Cercados por muros, e trancados em nós mesmos


Violência. Mortes. Corrupção. A cada dia parece menos estimulante ler os jornais e tomar contato com aquilo que nos rodeia. A cada manhã, novas situações, novas matérias e indignação. Fosse isso algo externo e distante já não seria pequeno. Mas dia após dia isso se aproxima mais de nós, cercando-nos de modo progressivamente sufocante.

Em contrapartida, cada vez nos cercamos mais com grades e muros, nos aprisionando em nossas casas. O Estado, cada dia mais ganancioso, é incapaz de assistir-nos quanto ao mínimo, tendo se tornado omisso, para não dizer ausente.

Voltamos aos tempos dos feudos, com nossos castelos contemporâneos... E seguimos nos fechando em nós mesmos. Cada dia mais.

-

Bruno Frossard, um curioso inquieto sobre temas que passeiam pela formalidade da política, a ortodoxia da economia e singularidade da fé, blogueiro Contextual.

#BrunoFrossard

* Este é um espaço de diálogos e discussões e não serão aceitos comentários desrespeitosos e ofensivos, em qualquer aspecto.*