Vivendo em Örebro, Suécia

sweden-79314_1920.jpg

Por que nos deixou?

Manoel: A maior razão foi a família. Conheci a Suécia em 2008 e fiquei fascinado. Em 2011 nos mudamos para Suécia. Queria oferecer para minha filha a oportunidade de crescer nesse maravilhoso país chamado Suécia.

E como os filhos estão se virando na escola?

Muito bem. Minha filha tem 3 anos e 6 meses, está frequentando a creche há 8 meses. Já está falando a língua sueca. É uma escola/creche com a metodologia waldorf. A cultura sueca está presente em todas as atividades, com as cantigas clássicas, o amor pela natureza e pelo próximo, o espírito de cooperacão etc.

E na hora daquela doença chata, como é o atendimento por aí?

A saúde é pública e excepcional. Minha filha nasceu na Suécia e fiquei impressionado com a estrutura do que vi. Os atendimentos, nos casos de doenças e emergências, são muito bons também e sem muita demora.


E você vai pedalando, no metrô, ônibus ou de carro para o trabalho?

Utilizo muito a bicicleta, o meu principal meio de transporte. A cidade que moramos é conhecida como a cidade da bicicleta na Suécia.

Mas sempre tem algo que você gosta e algo que você odeia

O jeito de se viver, os valores e princípios da sociedade sueca me encantam. Os suecos têm um modo de vida, um jeito de viver simples (mesmo os que têm muito dinheiro) e valorizam muito a família, o tempo com a família.

Por incrível que pareça, não há nada que eu odeie até o momento.

E como foi o 1º churrasco que você foi convidado? Você se sentiu como um deles ou como um ET?

Graças a Deus, tenho uma capacidade de adaptação muito boa. Eu me sinto sueco também. Fui muito bem recebido e tenho grandes amigos suecos. Temos grandes amigos brasileiros aqui também. Fui bem acolhido por todos.

E eles sabem que aqui não andamos em cima de elefantes nas ruas?

Conhecem pouco a realidade brasileira. Sabem que é um país que tem grandes problemas com a corrupcão e violência, porém, sabem que não somos tão primitivos assim, mas, de modo geral, conhecem pouco sobre a realidade brasileira.


-

Manoel Machado é correspondente Contextual, advogado, cursou ciências políticas na universidade de Hayward, USA, colunista internacional do CAIB Brasil e atual diretor jurídico da empresa BBOSS Ltda.

#ManoelMachado #ContextualnoMundo