Foda com ph


“Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena!” (Clarice Lispector)

Tem dias que é phoda. São muitas contas a pagar. Muito prazo a cumprir. Muita água para rolar. É dose. Uma canseira. E o gasto de energia, quebrando os pedregulhos do caminho? Descascando os pepinos? Topar com gente neurótica, mal-educada, impaciente... A gente corre, corre... Quando se dá conta, fim do dia, da semana, do mês... Fim da linha? (!)

É o cotidiano que nos engole. Às vezes até mastiga. E somos somente humanos. Tem hora que a vontade é desistir de tudo, jogar a toalha, chutar o balde. Comprar uma bicicleta e fugir para a China. Ser zen no Capão. Sentar e esperar as coisas mudarem. Ou então, tomar mais uma taça de vinho...

Mas a jornada segue. E tem engrenagem própria. Hoje, deu tudo errado. O despertador não tocou. Um “sem-noção” te xingou no trânsito. Aquela resposta não veio. Quem você ama não te entende. Papo reto, resposta enviesada. O cheque especial estourou. A viagem não saiu. Aquele amor não vingou.

Há, sempre, um dia de amanhã. O reverso da medalha. E dá um clique na roda que gira o mundo. Uma idéia. Um novo caminho. Uma maneira diferente de enxergar a questão. Uma mensagem que chega. Um convite. Uma paixão. Uma proposta. Uma guinada. Aquele erro, o vacilo que te encheu de culpa, já não parece tão assustador e o medo dá um passo atrás.

É nessa que o mundo ganha cores de novo. A gente cria coragem e vai à luta. Levanta. Acredita. Recomeça. Vai andando. Mesmo com as pernas vacilantes e o coração na boca. Aí é que está a beleza e a magia: ouvir o vento passar e ir junto com ele.

Não é fácil. Mas, apesar de toda guerra, más notícias, iniquidade, intolerância, apesar de todo malquerer, impiedade, indiferença, ainda que haja dias cinzentos ou tingidos de preto e branco, vale a pena o desafio. Pode apostar no milagre, caminhar em frente e encarar essa louca viagem que se chama VIDA.

-

Erica Sakaki, blogueira Contextual, mãe, oficial de justiça, leitora compulsiva, apaixonada por gente, pela vida e pelas voltas que ela (sempre) dá.

#EricaSakaki

* Este é um espaço de diálogos e discussões e não serão aceitos comentários desrespeitosos e ofensivos, em qualquer aspecto.*