Lembrança Viva

#poesia

Lembra, amor, de quando namorados éramos e amor tínhamos?

Lembra de quando juntos andávamos e tudo dividíamos?

Outrora, quando mal de nós falavam, parávamos e ríamos...

Mas hoje, nós não somos, não dividimos...

Hoje apenas paramos e temos.

Paramos de andar onde estávamos

E, parando, esquecemos o que deixamos.

Temos a saudade do passado que seguimos,

A lembrança do jogo que inda jogamos.

Mas se o troféu é um orgulho pelo qual lutamos,

Proponho declararmos ambos vencidos,

Para voltarmos a sermos e dividirmos.

(Ferreira d’Baco)

#FerreiradBaco #RobertAndrade