Olhos Tristes


Olhos tristes viajam ao longe

Incertezas no coração

Queria a calma de um monge

Persistência e ação

O mundo desabou

Estou sem chão

Queria a força que parou

Viver com garra e emoção

Mas como fazer

Se nem sei para onde ir

Esperar não é a resposta

Preciso acordar

Esta energia tenho que ter

Aliás, ela está em mim e não vai partir

Vou lutar, está é minha aposta

Vou vencer, vou batalhar

Tenho que acreditar

Preciso de um objetivo

Só nisso posso me apegar

Preciso ser criativo

Os meus sonhos se foram

Não consigo resistir

As minhas vontades sumiram

Estou prestes a desistir

Não sei o que fazer

A quem procurar

Não sei o que fazer

Não tem quem me ajudar

Estou enganado

A ajuda não vem de fora

Tenho que ter consciência

Eu posso reverter a situação

Estou encantado

Eu vou mundo afora

Conhecer cultura e ciência

Eu vou transformar meu coração

Olhos tristes desaparecerão

Sentimentos confusos se recolherão

Amanhã, quando acordar serei outro

Com a certeza de que farei melhor

Olhos tristes no passado ficarão

Sentimentos felizes me consumirão

Amanhã, quando eu acordar serei um potro

-

Eduardo Souza, administrador, DJ, curioso, poeta, inconformado e blogueiro Contextual.

#EduardoSouza #poesia

* Este é um espaço de diálogos e discussões e não serão aceitos comentários desrespeitosos e ofensivos, em qualquer aspecto.*