Mãe, quantos anos eu tenho?

Eu tenho a idade da terra molhada pelas águas da chuva

Sou mais menina que o ovo

Mais sabida que o velho

Que reaprendeu a andar

Tenho a idade do eco

Sou novata

Um olho d’água

Uma anciã com capuz à meia luz

Uma peraltice nova

Um espanto

Uma esperança

Velha feito árvore de asilo

Minha idade são todas

Parei no tempo

Não levei o relógio pra consertar.

-

Maria Angélica Pereira, mulher, Oficiala de Justiça, viajante do mundo e da alma, amante do riso, otimista incurável e blogueira Contextual.

#MariaAngélicaPereira

* Este é um espaço de diálogos e discussões e não serão aceitos comentários desrespeitosos e ofensivos, em qualquer aspecto.*