Um Sonho e Uma Voz


Descoordenado, bobo e inseguro. Não consigo pensar em adjetivos melhores para um garoto a quem conheci melhor do que a qualquer outro. Alguém com dificuldade enorme na alfabetização ao ponto de voltar um ano no primário e mais tarde chegar a ser considerado talvez o pior aluno de sua escola de inglês. Lembro razoavelmente bem do tal garoto. Lembro de várias de suas derrotas e fracassos. Definitivamente, não foram poucos. E lembro também da voz insistente de certa moça o encorajando a lutar e a jamais desistir, em detrimento de seus muitos tombos e dificuldades. Alguém que se achava feio, ele via nos esportes um potencial trampolim para tentar se enturmar e fazer amigos na escola. E com a flagrante falta de habilidade motora que tinha, tentava buscar dentro de si uma forma de compensar sua limitação, com vontade redobrada de treinar, correr e lutar. E o tempo foi passando.... As dificuldades não eram poucas, mas esse tal tinha um sonho, e com ele sempre havia uma voz dizendo "Lute! Eu acredito em você." Passados alguns anos, aquele que era o último a ser escolhido, chegou a finalista estadual no esporte que mais gostava. E não parou por ali. Muito, muito aconteceu. E se houve algum suor e lágrima, também seguiram diplomas, prêmios e conquistas dos mais variados e generosos, em medida e peso muito além do que ele jamais sonhara. E numa insone noite, ao pensar sobre a vida do tal garoto, a conclusão a que chego é que tudo se deveu de fato a duas coisas muito simples, mas tremendamente especiais: a ter havido um sonho, e a ter havido uma pessoa o encorajando a lutar, abençoando-o passo-a-passo em sua trajetória. Se há alguém a quem esse outrora garoto deveria sentir-se tão grato quanto devedor, não resta a menor dúvida de que essa pessoa é a dona daquela voz. Fui, sou e sempre serei a ela um devedor. Obrigado, minha mãe.

--

Bruno Frossard, e blogueiro Contextual, um curioso inquieto sobre temas que passeiam pela formalidade da política, a ortodoxia da economia e singularidade da fé.

#BrunoFrossard

* Este é um espaço de diálogos e discussões e não serão aceitos comentários desrespeitosos e ofensivos, em qualquer aspecto.*