A história de uma poesia


Uma poesia presa em uma folha de papel, respira ofegante, como se sentem sufocadas as pessoas aprisionadas embaixo de cobertores sem fim, como quem se escondeu embaixo de um balão seco, um pára-queda que se abriu e se fechou sobre a sua cabeça, um quarto fechado, uma solitária de prisão, uma pergunta sem resposta, um ponto de interrogação.

A tal poesia se sente só, entediada com sua companheira de pagina. São anos e anos frente a frente, coladas uma na outra. Duas poesias dentro do mesmo livro, uma na pagina 9 é a outra na pagina 8.. uma fala de vida, a outra de desilusão, nem amigas elas são, no passado, se envolveram... mas hoje, não.

Divergências ideológicas poéticas... sabe como é né ? Poesias são muito vaidosas e voluntariosas, quando divergem entre sei, fecham portas, como escritas em linhas tortas, que nunca se encontrarão. Mas um dia, ah, um dia, eis que surge a salvação.

Um leitor atento ao sentimento exarado, interrompido por um chamado, deixou o livro marcado, com o boleto de condomínio. Foi festa na pagina 9. A poesia entediada, aborrecida em ter que dividir seu sentimento, viu no boleto o instrumento, de exercer seu domínio, e envolver em fascínio, o devedor inadimplente, e poesia entediada, finalmente separada , viveu um tempo contente... Mas o boleto maroto, que salvou a poesia de agora, do abismo tedioso de outrora, deixa a pontinha pra fora, por onde escapa a emoção... O devedor inadimplente, lembrando-se de repente, de honrar o tal pagamento, puxou de açoite o tal documento... E torna a desilusão.

A poesia da pagina 9, despenca enquanto se lhe remove, o objeto da separação, voltou a encarar a pagina 8, resultando a constatação : desilusão e amor, duas páginas do mesmo livro, nem rima se construiu, quem tentou se feriu, quem não tentou nunca foi poeta, nem leu o livro, mas pagou o condomínio, em um boleto cheio de poesia.

----

Iran Furtado é advogado, professor, surfista, tocador, blogueiro contextual, e vive de fazer poesia para duas filhas.

#IranFurtado

* Este é um espaço de diálogos e discussões e não serão aceitos comentários desrespeitosos e ofensivos, em qualquer aspecto.*